Josycler Arana

Acabei de ler o livro e aprendi muito.  Embora eu seja professora universitária, nunca havia conhecido a expressão “analfabetismo motor“. E ao olhar ao meu redor, percebo que cada dia mais crianças e jovens estão sendo privadas de poderem ter um desenvolvimento pleno. Pleno porque não apenas necessitamos ter um aprimoramento  intelectual. Aprendi com a obra a necessidade de se desenvolver em termos físico e motores, que também é essencial. 

E a frase milenar que nos relembra que uma mente sã necessita de um corpo são para existir se mostrou muito sábia. 
Ainda não tenho filhos, mas após a leitura da obra assumo comigo mesma o compromisso de buscar meios para que meus futuros filhotes possam se desenvolver. Brincar é essencial e se nós adultos pudermos ter um momento lúdico com as crianças creio que também poderemos aprender. 
Quanto a nós adultos,  ao ler o livro relembrei que no Japão antes do início dos turnos de trabalho as empresas promovem alguns minutos de atividades físicas. Entendi melhor o por que, e creio que seria muito interessante que pudéssemos também fazê-lo no Brasil. 
Afinal, um ser humano pleno não é só corpo, não é só intelecto, é a junção de ambos. E se pudermo colocar uma pitadinha de felicidade, aí sim, nosso corpo e  nossa alma estarão integrais. 

Deixe um comentário

12 + 3 =